Compartilhe:



Desembargador Rommel Araújo é empossado como presidente do TRE/AP

Em sessão solene realizada na última sexta-feira, 8, no Plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), os desembargadores Rommel Araújo e Gilberto Pinheiro foram empossados como presidente e vice-presidente/corregedor do TRE-AP, respectivamente, para o biênio 2019/2021. 

Os novos dirigentes garantiram empenho no cumprimento da legislação eleitoral, combate a corrupção, humanização na administração e trabalhos sociais junto ao eleitor.Eles foram saudados pelo juiz eleitoral Rivaldo Valente, que deu as boas- vindas aos novos gestores.  

Na sequência, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, destacou a importância da Justiça Eleitoral para o fortalecimento da democracia. “Confio nas instituições brasileiras e no trabalho de servidores, magistrados, assessores e colaboradores da Justiça Eleitoral, que atuam para que a sociedade tenha o direito de escolher livremente os seus representantes. Esse trabalho precisa ser cada vez mais fortalecido”. 

Em sua fala, ao fazer uma breve retrospectiva, o governador do Estado, Waldez Góes, relembrou o quanto a Justiça Eleitoral do Amapá se modernizou e evoluiu, citando o pioneirismo na implantação do voto eletrônico.

“Temos que comemorar os avanços e respeitar a evolução, a transparência e a segurança do sistema eleitoral amapaense e brasileiro, que está cada dia mais consolidado. As litigâncias também precisam ser respeitadas. É preciso reconhecer que existem leis e ritos para todos”.

O vice-presidente e corregedor do TRE/AP, desembargador Gilberto Pinheiro, destacou a história da implantação da Justiça Eleitoral no Amapá e firmou o compromisso com a educação eleitoral e projetos sociais junto ao eleitor. 

Em seu discurso, o presidente Rommel Araújo, ressaltou a necessidade de combater a corrupção eleitoral, a fim de ter uma sociedade mais justa e igualitária, já que as mudanças sempre passam pelos pleitos eleitorais. 

 “Ninguém suporta mais o descompromisso com a coisa pública, o jeitinho brasileiro de levar vantagem em tudo, o toma lá, dá cá, maus exemplos em que a sociedade acaba por perder a consciência dos valores éticos. E, neste ponto, reafirmo meu compromisso de combater a corrupção eleitoral, prática nefasta que representa o beijo por 30 moedas, a traição à democracia” disse o presidente.

Rommel Araújo também destacou a necessidade de humanização nas relações profissionais e com os cidadãos. “Quero, na presidência do TRE, fazer uma administração humana, respeitando todos os lados, dizendo “sim” com alegria e tendo sabedoria para falar “não” quando preciso, sem ferir ou magoar, visando o bem da administração” pontuou. 

Cerimônia de posse 

Estiveram presentes na Solenidade de Posse, o presidente do  Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), desembargador João Guilherme Larges; o presidente da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), deputado estadual Kaká Barbosa; o procurador de Justiça Nicolau Crispino, representando o Ministério Público do Amapá (MP-AP); o procurador Regional Eleitoral, Joaquim Cabral Neto; o prefeito de Macapá, Clécio Luis;  o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amapá (OAP/AP), Auriney Brito; o presidente do Tribunal de Contas do Amapá (TCE/AP), Michel Houat; a presidente da Associação dos Magistrados, Elaine Cantuária; Juízes eleitorais Carlos Alberto Carnezin, Léo Alexandre de Lima Furtado, Rogério Bueno da Costa Funfas, Hilton Pires, Rivaldo Valente Freire; o presidente da Associação dos servidores do TRE/AP, Francisco das Chagas; magistrados; desembargadores; promotores eleitorais, conselheiros; autoridades civis e militares; servidores do TRE; imprensa, familiares e amigos dos empossados e sociedade civil. 

Perfil dos novos gestores 

Rommel Araújo

O Desembargador Rommel Araújo, nasceu em Brasília em 1966. Formou-se em Direito aos 23 anos pelo Centro de Ensino Unificado de Brasília – CEUB em 1989. Em 1991, foi aprovado no primeiro concurso para juiz de direito do Estado do Amapá. O Magistrado também é membro efetivo da Academia de Letras Jurídicas do Amapá na qualidade de acadêmico vitalício. 

Gilberto Pinheiro

O Desembargador Gilberto Pinheiro é bacharel em Ciências Jurídicas pelo Centro de Ensino Superior do Pará e em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Pará. Pós-graduado em Direito Penal Econômico e Europeu; Mestre em Ciências Criminais na Universidade de Coimbra – Portugal. O magistrado também é membro fundador do TJAP e TRE/AP.    




Deixe seu Comentário

Featured Posts