Compartilhe:



Justiça Eleitoral cassa o mandato da vereadora Elma Garcia, presidente da Câmara de Santana  

Em Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), a 006ª Zona Eleitoral do Município de Santana cassou o mandato da vereadora e atual presidente da Câmara de Santana, Elma Garcia Gomes do Nascimento (DEM/AP).

A Ação foi ajuizada pelo candidato Fulvio Ariosto Ferreira Favacho alegou que, no dia do pleito municipal (15/11/2020), houve a prisão em flagrante de Clebson Maiade Almeida, em razão da prática de transporte irregular de eleitores.

"Aduziu que a referida prática de transporte de eleitores beneficiou a candidata representada, já que os votos dos eleitores transportados lhe seriam todos direcionados, conforme depoimentos colhidos pela Polícia Federal. Ademais, relatou que o veículo utilizado para o transporte, marca/modelo Mitsubishi Triton SPT GL, de cor branca e placa PRY5B73 L200, foi alugado junto à empresa Premium Rent a Car, diz trecho da denúncia.

"Outrossim, explanou que o condutor do veículo objeto do transporte de eleitores, Clebson Maia de Almeida, além de apoiador da candidata Elma Garcia em suas redes sociais, é também primo do marido da representada, Arnóbio Flexa Nascimento. Destarte, diante do cenário fático narrado, defendeu a existência de abuso do poder econômico pela representada, por ter havido captação de votos de eleitores em razão do transporte irregular promovido. Ao final, pugnou pelo deferimento de medida liminar, a fim de ser obstada a diplomação da eleita, com a posterior procedência dos pedidos, no sentido de gerar a cassação do registro ou diploma da candidata representada", diz trecho da decisão.

Elma Garcia teria praticado crimes eleitorais para se eleger vereadora de Santana, segundo denuncia que foi acatada pela Justiça Eleitoral.




Deixe seu Comentário